fbpx

KPI Talks: Emoção, dinheiro e futebol

KPI Talks: Emoção, dinheiro e futebol

“A rachadura no casco de sansão levou tempo para cicatrizar.” ORWELL, George (A Revolução dos Bichos).

Quem me dera se já estivéssemos em 2020…no pré jogo…

Quando o final do ano se aproxima é lá que todo mundo quer estar… interrompi o texto da semana, onde eu falaria sobre um novo mercado que já cresce no mundo, cujo, conheci melhor no Canadá e sei que serei criticado trazendo isto tão antes para vocês, mas não posso ser morno quando vejo novas ideias e novos mercados, então não será por acaso, e estou disposto a ouvir as suas críticas, o meu e-mail é marcelo@kpipartners.com.br. Então, seguirei com o texto de hoje e na semana que vem você pode me escrever criticando o próximo texto.

Antes disso, o que não poderia faltar…

Nós não estamos mais feridos, não vamos doer a dor da Grécia, da Itália ou da França, nós somos o Brasil oras! O Messi ficou para trás à muito tempo.

Estou esperando o Bolsonaro marcar um amistoso, Brasil X Estados Unidos no Maracanã, seria o novo início do Brasil. Se alguém puder avisá-lo, avise-o.

Eu o encontrei no ano passado, convidei-o para um evento e ele foi. Mas não estabelecemos  um contato e eu não uso o What’sApp, nem me atraveria a enviar-lhe uma mensagem sugerindo dar o ponta pé inicial da partida.


Toda a semana novas Ideias e estratégias que geram valor para você e o João.


Essa história de um novo Brasil, para mim não existe, somos frutos do nosso passado, você também é, eu falei um pouco sobre isto no último final de semana durante a apresentação do TEDx que realizei. O novo se faz a cada escolha, assim o velho deixa de seguir em frente. Mas não vou me ater a filosofia hoje, me acompanhe.

Sem delongas, esse jogo já deveria ter sido marcado, ele comemoraria a aprovação da reforma da previdência. Rolaria a bola para a tão esperada reforma tributária. Seria um passe para o retorno do PIB de crescimento acima de 2%, selaria o início do PAC 3, 4, 5 e 6… Rolaria a bola para o início das grandes privatizações. Soaria o apito para a SELIC a menos de 4% a.a.

Comemoraríamos a entrada dos bancos internacionais no Brasil – talvez o Bank of America – e o povo comemoraria o financiamento do carro popular com juros mais baixos, sem o spread bancário quase utópico mas real que vivemos. O financiamento imobiliário ficaria abaixo de 5% a.a. – imagine o impacto para as famílias e as construtoras – daria início a debandada de capital em renda fixa em migração para a renda variável em bolsa. Comemoraria o topo histórico do ibovespa nos 120 mil pontos, 150k quem sabe…

Se você me acompanha a mais de um ano vai lembrar. Eu falava que era momento de comprar bolsa. Compartilhava no meu Instagram um novo momento, muita gente só assistiu, outro se tornaram nossos clientes. Falei da emoção que tinha com uma possível privatização dos Correios, da Petrobrás deixar de ser o orgulho e preconceito da nação. Falava também da chegada do Bank of America ao Brasil (também somos parte da América poxa!). Sonhava com a chegada da AT&T ou alguém comprando a caótica Oi, para eles pagarem o  meu processo já julgado – Oi S.A. estou esperando vocês!

Longe de ser um George Orwell, longe de prever um 1984 caótico e longe de prever a Revolução dos Bichos, lhe pergunto.

Sansão e sua turma irão cicatrizar as rachaduras do passado e vencer este dilema? Estaríamos preparados para este novo momento econômico no Brasil?

De que forma isso poderia trazer para você a sua nova fortuna?

Nos Estados Unidos temos resultados das empresas acima do esperado. A Tesla anunciou o seu resultado trimestral contrário às projeções e fechou em 17% de alta ontem, outras empresas de tecnologia e varejo continuam a crescer.

No Brasil temos IBOV no seu topo histórico, WEG com resultado incrível, e Grendene resultados fortes em mais este trimestre. Temos a SELIC projetada abaixo de 4% para 2020 pode ser uma realidade, a reforma da previdência aprovada e todos os desdobramentos e cenários possíveis que fiz e enviei por áudio para os nossos assinantes.

Um abraço,

Marcelo